Espetáculo “Fausto” por Carolinne Sagaz

Laboratório Crítica Teatral
Espetáculo “Fausto”
Por Carolinne Sagaz

Fausto, perturbado e em crise existencial, anda sobre um tabuleiro de xadrez que representa sua vida. À medida que reflete sobre questões filosóficas, metafísicas e da própria personalidade, o tabuleiro vai sendo fragmentado pelo personagem. O monólogo, da Vai Cia de Teatro, foi criado a partir do texto “Fausto – Tragédia Subjectiva” de Fernando Pessoa. O espetáculo alterna momentos em que Fausto fala sozinho; em que fala no microfone para uma plateia (que não é a do espetáculo); em que ouve vozes. Com uma linguagem poética, o personagem mostra sentimentos paradoxais em relação à existência: tem horror de viver e horror de morrer, queria sentir e não sentir ao mesmo tempo. Perguntas como “Deus existe?”, “Temos alma?”, “Como surgiu o universo?” transpassam a mente de Fausto e são mostradas com ajuda da interação com audiovisual que ora mostra textos com questões diretas, ora mostra imagens abstratas que remetem ao universo. Os vídeos são complementados com a trilha sonora frenética e a luz fria, contrastando com silêncio e a iluminação quente dos outros momentos da peça.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s